sexta-feira, 1 de maio de 2009


NÃO ESTÁS SOZINHO

Também eu - quem fui, já mais não sou!
Penso, e não penso, o que então pensei,
Sonho, e não sonho, o que em vão sonhei,
Que o desespero, tão perto de mim rondou…

Mas há momentos em que tudo muda:
Uma palavra, um gesto, uma afeição,
O que, não mostrado, logrou ver, a razão,
O que, não dito, meu coração desnuda.

E só por isso - até se os anos passam,
Se os apelos, desatendidos, murcham,
Se o desejo, insatisfeito, se aniquila,
Se mesmo a fé, perante o mal, vacila -,

Há esta réstia de esperança viva,
Há esta chama que brilha e alumia,
Há este trilho que guia o meu caminho,
Há esta luz que diz: não estás sozinho!

Ilona Bastos

Créditos Finais de A Viagem de Chihiro

vídeo de milorsiul

1 comentário:

Adélia disse...

Adorei suas poesias, tanto que passarei a postá-las em meu blog, é uma honra receber comentário seu !
Obrigada por disponibilizar e compartilhar seus sentimentos através de tão belas palavras !
Bjs !
Adélia - São Bento do Sul (SC)- Brazil